PRIMEIRO POST E A IMPORTÂNCIA DE UM HOBBY | FIRST POST AND THE IMPORTANCE OF A HOBBY

Olá a todos!

Aqui estou eu de volta ao mundo dos blogs. Sim, porque já por aqui passei. Há alguns anos atrás, quando ainda estava na escola secundária e dedicava o meu tempo livre a fazer artesanato – bijutaria e caixinhas de madeira pintadas à mão. Nessa altura, a blogosfera era não só a minha escola de arts & crafts mas também onde eu expunha o meu trabalho. Passava horas a fio em frente ao computador a organizar a minha página, a ver outros blogs e a procurar ideias para a nova peça de artesanato que iria fazer. Tinha eu então um hobby.

Caixa Caveiras Preparação_01_editedTecido_edited

Com o passar do tempo, perdi o interesse pelo artesanato. A entrada para a Universidade trouxe-me outras responsabilidades e menos tempo livre. Como tal, o blog foi ficando para trás, acabando mesmo por o apagar. O interesse pelo artesanato e o hobby ficaram esquecidos.

Na verdade, perdi o interesse por qualquer tipo de hobby, o que me levou  à clássica rotina trabalho/ casa. Pensei que estava a crescer, a tornar-me uma pessoa adulta e como tal, esse estilo de vida rotineiro e as supostas responsabilidades que acarreta, faziam parte dessa transição de faixa etária. Sem me aperceber, comecei a pôr as responsabilidades a um nível superior a mim própria. Comecei a fazer coisas por obrigação, não que de facto sentisse vontade de as fazer. E quando estavam feitas, aí sim eu tinha finalmente tempo para fazer… nada. O tédio e o isolamento instalavam-se nesses momentos. Dia após dia, ano após ano. Fui perdendo a motivação, a aspiração a algo e a auto-estima. O desenvolvimento pessoal tornou-se pouco significativo. E tudo isso é um processo bem lento, que facilmente nos passa despercebido. Começamos a perceber que se calhar alguma coisa não está bem, quando sentimos uma profunda tristeza que não sabemos explicar. Quando de repente começamos a chorar, mas não sabemos porquê. E achamos que o problema é o nosso estilo de vida em geral, o nosso trabalho, e queremos desistir de tudo. Sim, se calhar o problema é mesmo o nosso estilo de vida, mas a solução não é desistir de tudo.

IMG_8962_edited_color

Recentemente, e em ocasiões completamente distintas, duas pessoas disseram-me que deveria arranjar um hobby. Porque, por muito que se goste do nosso trabalho, é bom ter uma actividade diferente, que nos faça abstrair da nossa vida profissional. Algo que nos ocupe os tempos livres. E que não nos faça sentir aborrecidos. A aprendizagem de novas capacidades e a descoberta de um novo talento, através de um hobby, melhora a nossa auto-estima pois sentimo-nos mais capazes e úteis, melhora o espírito de iniciativa, a vontade de fazer coisas diferentes e de nos mantermos activos. Um hobby é como uma válvula de descompressão do stress da nossa rotina diária e faz-nos sentir de bem com nós próprios.

IMG_9638_edited

Foi então, que num daqueles momentos em que parei para fazer nada, pensei: eu gosto de viajar. E tenho a sorte de já ter visitado várias cidades e países diferentes. Gosto de falar sobre as minhas experiências e contar coisas que vi e julgo interessantes. Gosto de partilhar. Posso fazer disso um hobby? Sim, posso! E aqui estou eu! De volta à blogosfera para partilhar as minhas experiências de quando estou a viajar, ou simplesmente do meu dia-a-dia em geral em Londres, onde moro de momento. Espero que este seja não só um espaço onde escrevo posts a contar as minhas histórias, mas também onde possamos criar uma plataforma de partilha de experiências e conhecimentos. Os comentários servirão esse propósito. Partilha e interação são o mote desta nossa sociedade cada vez mais “conectada” e, como tal, vamos aqui fazer uso disso da melhor forma possível!

Se quiserem ler um pouco mais sobre mim, vejam a página “Sobre” e “Sigam” o blog para receberem notificações de novos posts.

Obrigada pela visita e espero por vocês no próximo post!

***

Hi everyone!

Here I am back to the blogosphere. Yes, I’ve been here before. Few years ago, when I was still at secondary school, I used to spend my spare time making handicrafts: jewellery and wood painting. Back then, the blogosphere was not only my arts & crafts school but also the place where I would display my work. I would spend hours in front of my computer screen, organising my page and searching for new ideas for my next handmade piece. I had a hobby.

As the time passed by, I lost my interest for handicrafts. I started University, got new responsibilities and my blog was left behind. I ended up deleting it. And forgot both the arts & crafts and  the hobby.

To be honest, I lost the interest for any kind of hobby, and that got me stuck into the classic routine work / home / work. I thought I was growing up, and as such, that lifestyle and daily routine was just part of the process of becoming an adult. Without even noticing, I started putting my responsibilities to a level superior to myself. I started doing things only because I had to and not because I wanted to. And when I was finally done with those things I had to do, I could at last have some time to do… nothing. Boredom and isolation would take over those moments. Day after day, year after year. I started losing motivation, my aspiration and self-esteem. Personal development wasn’t that meaningful anymore. And this is a very slow process that can easily take over our life without even noticing it. We realize that something is not right, when we feel a deep sadness that we can’t explain. When suddenly we start crying but we don’t know why. And we think the problem is our lifestyle in general, our work, and we want to quit everything. Yes, maybe the problem is actually our lifestyle, but the solution is not quitting everything.

Recently, and in completely different occasions, two people told me I should get a hobby. Because it doesn’t matter how much we love our work, it’s good having a different activity to release our mind from the professional life. Something to keep us busy during our spare time, just so we don’t feel bored. Learning new skills and finding a new talent through a hobby give a boost to our self-esteem since we feel more capable and useful, it improves our spirit of initiative and makes us more keen to do things and keep ourselves active. A hobby is like a decompression valve for the stress of our daily routine.

It was in one of those moments when I was doing nothing, I thought: I like travelling, and I’m lucky that I already had the opportunity to visit several cities and different countries. I enjoy talking about my experiences and tell things that I think are interesting. I like to share. Can I have a hobby out of that? Yes, I can! And here I am. Back to the blogosphere, to share my experiences from when I’m travelling or just my daily life in London, where I live at the moment. I hope this won’t be only a space where I post my stories but also a platform where we can share our experiences and knowledge about different things. The comments box will suit that role. Sharing and interacting are the motto of our society more and more “connected” everyday. As such, let’s use that the best way the can!

If you want to know I little bit more about me, check the “About” page on the top, and “Follow” this blog to receive notifications of the new posts.

Thanks a lot for your visit and I’ll see you guys on the next post!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s